publicacao-registra-avancos-conceituais-e-metodologicos-no-mapeamento-das-remocoes

Divulgação.

Pessoal, nesse dia tão especial pra quem é professor/a, finalmente O Lab Cidade da FAU-USP lança no site a publicação do remoções.

Aqui está o post no site, com o link pra download, em breve nas redes (e depois tb um vídeo com nossa querida @+55 11 94141-8855 apresentando a publicação).

http://www.labcidade.fau.usp.br/publicacao-registra-avancos-conceituais-e-metodologicos-no-mapeamento-das-remocoes/

Publicação registra avanços conceituais e metodológicos no mapeamento das remoções

Outros relatórios bianuais.

Sou suspeito para recomendar, mas recomendo assim mesmo e cheio de orgulho a leitura do capítulo 8 "PPPs habitacionais em São Paulo: política habitacional que ameaça, remove e não atende os removidos". A primeira autora, Isadora Marchi de Almeida é minha filha.

Abraços

PB

Ver sumário do Relatório 2019-2020
Sumário
1.
Apresentação, 7
CARTOGRAFIAS E METODOLOGIAS
2.
Metodologias de pesquisa-ação para promover a justiça habitacional | Ananya Roy, Raquel Rolnik, 17
3.
Observatório de Remoções: múltiplos métodos para mapear o invisível | Aluízio Marino, Pedro Henrique Rezende Mendonça, Isabella Berloffa Alho, Júlia do Nascimento de Sá, Ulisses Alves de Castro, 31
4.
Estimativa da população vulnerável a perdas habitacionais residente na Região Metropolitana de São Paulo | Anderson Kazuo Nakano, 55
5.
Cartografias jurídicas: debatendo o mapeamento jurídico-espacial de conflitos fundiários urbanos no Rio de Janeiro | Júlia Ávila Franzoni, Luciana Alencar Ximenes, Bruna Cardoso Ribeiro, Lucas Henrique Justino de Souza, 83
6.
Mais de uma década de remoções em Fortaleza: uma análise espaço-temporal | Renato Pequeno, 115
UM OLHAR INTERSECCIONAL
7.
Despossessão, violências e a potência transformadora:
um olhar interseccional sobre as remoções | Larissa Lacerda, Marina Harkot, Paula Freire Santoro, Isabella Berloffa Alho, Gisele Brito, 147

ESTADO E POLÍTICAS PÚBLICAS
8.
PPPs habitacionais em São Paulo: política habitacional que ameaça, remove e não atende os removidos | Isadora Marchi de Almeida, Débora Ungaretti, Paula Freire Santoro, Ulisses Alves de Castro, 181
9.
Remoções em áreas de risco: repensando práticas de mapeamento com base na justiça territorial e nos saberes da comunidade | Rodolfo Baêsso Moura, Talita Anzei Gonsales, Fernando Rocha Nogueira, Francisco de Assis Comaru,| Benedito Roberto Barbosa, Isabella Berloffa Alho, 223
10.
Remoções como prática institucionalizada: um olhar sobre os desastres-crimes minerários de Minas Gerais | Denise Morado Nascimento, Daniel Medeiros de Freitas, Marina Lima de São José, Maurício Lage, Renata Salas Soares, Carolina de Oliveira Almeida, Marcos Vinícius Valério Dias, Thais Graziele de Melo Camargos, 257
TERRITÓRIOS
11.
Ocupações de moradia no centro de São Paulo: trajetórias, formas de apropriação e produção populares do espaço – e sua criminalização | Renato Abramowicz Santos, Isadora de Andrade Guerreiro, 289
12.
Conflito, produção e gestão dos territórios populares: repertórios do extremo norte de São Paulo | Débora Ungaretti, Fernanda Accioly Moreira, Larissa Lacerda, Thamires Ribamar, 327
13.
Propriedade e violência: uma análise das remoções forçadas na Zona Leste de São Paulo (2017-2020) | Giovanna Bonilha Milano, Júlia do Nascimento de Sá, 365
14.
Planejamento Popular como estratégia de resistência e existência frente à ameaça de remoção do Serviluz/Titanzinho em Fortaleza | Valéria Pinheiro, Renato Pequeno, 389

Vejam também dois links para notícias sobre desastres provocados pelas empresas de mineração no país.
 

Desastres ambientais e as raposas que cuidam do galinheiro

Brumadinho "que justiça é essa?"